Voz do Brasil
19:00 às 20:00
Altinópolis, Segunda-Feira, 20 de Agosto de 2018
Governador exalta mãe PM que matou criminoso

14 de Maio de 2018

O Governador de São Paulo, Márcio França( PSB), fez uma cerimônia neste domingo dia 13, para enaltecer a mãe PM que matou um ladrão e adotou uma estratégia em ano eleitoral oposta à definida pela cúpula da própia polícia pára reduzir os índice de letalidade da corporação.



França, que tentaria um novo mandato ao governo rivalizando com João Doria (PSDB), ex-prefeito de SP, fez uma homenagem à cabo “Kátia da Silva Sastre” de “42 anos”, e ela é mãe de duas  filhas, e estava no local aonde o ato fora ocorrido. Acompanhada de sua filha mais velha, “de 7 anos”, para participar da festa “dia da mães” em uma escola.



O governador  entregou flores à PM no evento (Comando de Policiamento de Área Metropolitana-4, na zona leste).



Questionada pela Folha se a exaltação à cabo não iria contra a política de desincentivo à letalidade policial, “França” disse em homenagem a cabo, “Ela foi a uma festa para comemorar a data, e aconteceu uma situação dessas. Ela agiu tão precisamente, tão perfeitamente, que a gente resolveu homenageá-la. Claro, o rapaz morreu, não que fosse  o ideal. A gente gostaria que as pessoas não morressem” Afirmou França.



O PM a paisana foi perseguido pelo ladrão até surpreendê-lo ao  atingi-lo com tiros. O assaltante morreu horas depois no hospital. Ele [França] incentiva a ação policial como algo válido ou legitimo, e tem como razão a disputa eleitoral, não a segurança pública.



A Cabo explicou a sua atitude após ser homenageada. “A minha preocupação, no momento, foi que a minha intervenção fosse de maneira mais próxima a ele [Ladrão] para que não houvesse risco de machucar outras pessoas, porque havia crianças no loca”.



Em casos assim.



Cerca de 70% dos policiais morrem fora de serviço em situações exatamente como está. A policial em si, teve sorte, já que em geral o que mais acontece em situações semelhantes, é que quase sempre os policias, saem feridos ou são mortos em fatos semelhantes a estes. Para Zanetic, a homenagem feita pelo governador “ remete à premiação por bravura que existiu no Rio, a chamada “gratificação faroeste”, criada no ano de 1995 pelo governador “ Marcelo Alencar” do partido (PSDB), dada ao policial que tivesse letais em maior volume. Pois o assaltante já tinha passagem pela policia, nos quais são (roubo de veículos, receptação, organização criminosa e ocultação de cadáveres), segundo o Fantástico da emissora Rede Globo. A secretaria da Segurança Pública não respondeu se a PM “Kátia da Silva Sastre”  terá o auxílio do programa de Proteção a Vitimas e Testemunhas Ameaçadas.



Mais estaremos atentos para mais noticias como está.



Contato: 16 3665.2000
Rua Rio Grande do Sul, 45 - Jardim Xavante - Altinópolis/SP
Todos os direitos reservados